Cianorte se destaca na prestação de contas públicas na saúde

Alimentação constante do Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Saúde possibilita maior fiscalização

Quando o assunto é transparência e organização das contas públicas, Cianorte é referência. Em relatório recente emitido pelos Ministérios da Saúde e Público Federal,referente ao 6º bimestre de 2017, a administração do município recebeu cumprimentos pela alimentação constante do Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Saúde (SIOPS), instrumento que possibilita a fiscalização por meio da comparação de informações contábeis geradas por diferentes esferas do poder.

Nossa equipe se empenha ao máximo para manter em dia todas as prestações de contas exigidas pelo Governo Federal, em especial o SIOPS. Por meio dele, não apenas continuamos aptos a receber o repasse de recursos, como também, a partir dos relatórios gerados, conseguimos ter uma visão ampla da aplicação das receitas, o que nos auxilia na melhor organização dos nossos investimentos”, pontua o prefeito Bongiorno.

Conforme o documento apresentado, do total de despesas com saúde obtidas durante o período pelo município, 38,44% foram financiadas com recursos transferidos por outras esferas governamentais, sendo que 90,49% delas são de origem da União, característica que, segundo o documento, indica um “grau de independência em relação a repasses de recursos de outras esferas no financiamento de saúde local”.

Nesse sentido, o relatório ainda aponta que Cianorte investiu quase 29% da sua receita de impostos e transferências constitucionais e legais na pasta. “Embora a lei exija a aplicação mínima de 15% da receita em serviços de saúde, nós sempre temos aplicado mais, pois entendemos que essa é uma prioridade para a nossa cidade”, explica Bongiorno. No último bimestre de 2017, cada cianortenses representou um gasto de R$1.077,10.

Fonte: ASCOM PMC

Compartilhe: