Cianorte recebe aplicação de fumacê em combate ao mosquito da dengue

Moradores devem abrir portas e janelas para a entrada do inseticida nos imóveis, assim como proteger os alimentos, animais e bebedouros

O Programa de Combate às Endemias da Secretaria Municipal de Saúde informa à população de Cianorte que, a partir desta quinta-feira (30), o município começou a receber a aplicação do inseticida Cielo, em Ultra Baixo Volume (UBV), que é popularmente conhecido como fumacê, pelo Governo do Estado. A nebulização do produto teve início pela Zona 02 e deve seguir para a Zona 01, área central, Cianortinho, Sagrada Família, Pedro Moreira, Seis Conjuntos, João de Barro, Asa Branca, Santa Mônica, Zona 03, Zona 04, Vila 07 e demais regiões da cidade, sempre por volta das 5h às 9h e das 16h às 21h.

O ciclo será feito a cada três dias, totalizando cinco por localidade. Para que a ação seja eficaz, é necessária a colaboração dos moradores, que precisam estar atentos à passagem do veículo, abrindo as portas e janelas, de modo que o produto possa entrar nos imóveis e matar os mosquitos escondidos. “Orientamos que as pessoas fiquem em local arejado, protejam os alimentos, pássaros, aquários, pets e vasilhas de água dos animais”, enfatizou a supervisora do Programa de Combate às Endemias, Vera Fusisawa.

A chefe da Divisão de Prevenção em Saúde, Heloisa Dantas, ressaltou que o inseticida mata apenas os mosquitos já adultos e não as larvas, portanto, as ações particulares de combate aos locais que acumulam água devem continuar. “O fumacê é uma medida de bloqueio, utilizada em casos emergenciais. Seu efeito não é residual, ou seja, dura por um curto período e depois não mata mais nenhum mosquito que por acaso vá sobrevoar o local. Por isso, a população não pode achar que com a aplicação do inseticida o problema está resolvido. Para evitar o avanço da dengue é necessário que cada um faça sua parte, eliminando os possíveis criadouros”,

BOLETIM

Até a última quinta-feira (30), Cianorte contabilizava 3.775 casos confirmados de dengue e três óbitos em decorrência da doença.

Fonte: Assessoria de Comunicação Social da Prefeitura Municipal de Cianorte

Compartilhe: