Cianorte participa da Fashion Revolution Week

fashion revNem sempre o lado sustentável é levado em consideração e acaba perdendo espaço para o lucro fácil do capitalismo. A questão é debatida em forma de alerta no segmento do vestuário em Cianorte a partir de hoje (24). A Fashion Revolution Week é realizada por alunos do curso de Moda, da Universidade Estadual de Maringá (UEM), com uma ampla agenda até a quinta-feira (27). E é parte da programação da Semana Acadêmica dos alunos dos cursos de Design e Moda da UEM.

A iniciativa é contra ações comuns nos bastidores da moda, como trabalho escravo, descarte incorreto de resíduos, uso de animais em diferentes pontos da linha de produção, entre outras situações relacionadas à sustentabilidade. “O tema já é discutido nos diversos cursos da universidade principalmente no terceiro ano do curso de Moda, na disciplina de Moda e Sustentabilidade”, comenta o diretor do campus cianortense Alessandro Rocha. “Quando os acadêmicos e docentes se propõem a fazer um evento onde o tema é ainda mais visível, o debate fica mais significativo”.

O evento local terá a maior parte das atividades no anfiteatro do campus da UEM. Serão palestras, debates, apresentações de trabalhos, oficinas, exibição de video, flash mob, entre outros. “Não sabemos mais quem faz nossas roupas e não sabemos o verdadeiro custo das coisas que compramos”, alerta a aluna do curso de Moda e representante do movimento Fashion Revolution Week em Cianorte, Beatriz Correa.

HISTÓRICO – A data lembra a tragédia de Dhaka, em Bangladesh, onde 1.133 pessoas morreram num desabamento de uma fábrica. Por isso a Fashion Revolution Week é realizada em todo o mundo, acontecendo pela primeira vez em Cianorte. Informações: (44) 99880-4733 ou pelo Facebook na página @fashionrevolution.brasil

Texto: Andye Iore / Foto: Divulgação
(publicado originalmente no dia 20 de abril na versão impressa da Folha de Cianorte)

Compartilhe: