Cianorte está entre as 26 cidades que recebem etapa da RedeSim

logo-cidadeA implantação da Registro e Legalização de Empresas e Negócios no Paraná (RedeSim) tem o objetivo de simplificar a abertura e fechamento de empresas no estado. O projeto, cuja implantação é fruto de uma parceria entre o Sebrae e a Associação de Municípios do Paraná (AMP), será gerenciado pela Junta Comercial do Paraná (JUCEPAR).

Inicialmente o sistema será implantado em 26 municípios paranaense, sendo que Cianorte está entre as cidades que participam desta primeira etapa. A RedeSim é baseada em um software que integra ações e informações de órgãos municipais, estaduais e federais, entre os quais a Vigilância Sanitária, a Receita Estadual e Federal, o Corpo de Bombeiros, o Instituto Ambiental do Paraná e prefeituras.

O lançamento do RedeSim foi realizado pelo Governador Beto Richa, na última semana em Londrina. Na oportunidade Richa, afirmou que a desburocratização na abertura e fechamento de empresas integra ações da Lei das Micro e Pequenas Empresas, sancionada em outubro de 2013. “É uma facilidade para o empreendedor e um estímulo à formalização de novos negócios”, disse o governador.

De acordo com o secretário estadual da Indústria, Comércio e Assuntos do Mercosul, Horácio Monteschio, afirma que a perspectiva do Sebrae, que é o órgão responsável pela elaboração do sistema, é de que em alguns casos o tempo para abertura e fechamento de empresas caia de 120 dias para 3 dias.

Já o presidente da Junta Comercial do Paraná, Ardisson Akel, destaca a simplificação dos processos como importante apoio ao empreendedor. “Atualmente o sistema classifica no mesmo patamar micro, pequenas, médias e grandes empresas, o que acaba gerando demora na liberação dos alvarás e licenciamentos”, explica.

A integração com as prefeituras está em implantação, com equipes do programa percorrendo o interior do Estado. Além de Cianorte, nesta primeira etapa a RedeSim será implantada em outras 25 cidades: Castro, Guarapuava, Foz do Iguaçu, Telêmaco Borba, Ponta Grossa, São José dos Pinhais, Araucária, Pinhais, Fazenda Rio Grande, Maringá, Umuarama, Campo Mourão, Londrina, Ibiporã, Rolândia, Arapongas, Cambé, Apucarana, Cascavel, Toledo, Assis Chateaubriand, Tupãssi, Francisco Beltrão, Pato Branco e Curitiba. A expectativa do Governo Estadual é de que nos próximos dois anos, a Rede estará em todas as cidades do Estado.

Texto: Juliano Secolo

Compartilhe:

Cianorte está entre as 26 cidades que recebem etapa da RedeSim

logo-cidadeA implantação da Registro e Legalização de Empresas e Negócios no Paraná (RedeSim) tem o objetivo de simplificar a abertura e fechamento de empresas no estado. O projeto, cuja implantação é fruto de uma parceria entre o Sebrae e a Associação de Municípios do Paraná (AMP), será gerenciado pela Junta Comercial do Paraná (JUCEPAR).

Inicialmente o sistema será implantado em 26 municípios paranaense, sendo que Cianorte está entre as cidades que participam desta primeira etapa. A RedeSim é baseada em um software que integra ações e informações de órgãos municipais, estaduais e federais, entre os quais a Vigilância Sanitária, a Receita Estadual e Federal, o Corpo de Bombeiros, o Instituto Ambiental do Paraná e prefeituras.

O lançamento do RedeSim foi realizado pelo Governador Beto Richa, na última semana em Londrina. Na oportunidade Richa, afirmou que a desburocratização na abertura e fechamento de empresas integra ações da Lei das Micro e Pequenas Empresas, sancionada em outubro de 2013. “É uma facilidade para o empreendedor e um estímulo à formalização de novos negócios”, disse o governador.

De acordo com o secretário estadual da Indústria, Comércio e Assuntos do Mercosul, Horácio Monteschio, afirma que a perspectiva do Sebrae, que é o órgão responsável pela elaboração do sistema, é de que em alguns casos o tempo para abertura e fechamento de empresas caia de 120 dias para 3 dias.

Já o presidente da Junta Comercial do Paraná, Ardisson Akel, destaca a simplificação dos processos como importante apoio ao empreendedor. “Atualmente o sistema classifica no mesmo patamar micro, pequenas, médias e grandes empresas, o que acaba gerando demora na liberação dos alvarás e licenciamentos”, explica.

A integração com as prefeituras está em implantação, com equipes do programa percorrendo o interior do Estado. Além de Cianorte, nesta primeira etapa a RedeSim será implantada em outras 25 cidades: Castro, Guarapuava, Foz do Iguaçu, Telêmaco Borba, Ponta Grossa, São José dos Pinhais, Araucária, Pinhais, Fazenda Rio Grande, Maringá, Umuarama, Campo Mourão, Londrina, Ibiporã, Rolândia, Arapongas, Cambé, Apucarana, Cascavel, Toledo, Assis Chateaubriand, Tupãssi, Francisco Beltrão, Pato Branco e Curitiba. A expectativa do Governo Estadual é de que nos próximos dois anos, a Rede estará em todas as cidades do Estado.

Texto: Juliano Secolo

Compartilhe: