Cianorte é destaque com baixa mortalidade infantil

gestante02

A redução das taxas de mortalidade na infância é uma das principais metas quando se fala em saúde pública. A ampliação do acesso à atenção básica e as melhorias dos cuidados da assistência às mães e aos bebês são algumas das ações da administração do prefeito Bongiorno que têm possibilitado que cada vez mais esses números regridam.

Em pronunciamento ontem (4), durante o 6º Encontro da Mãe Paranaense, o governador, Beto Richa, anunciou que o estado registrou o menor índice de mortalidade infantil da história. Foram 10,49 mortes de bebês a cada mil nascidos vivos. Durante sua fala, ele destacou regionais de saúde que apresentaram índices ainda menores que os dois dígitos, como foi o caso da 13ª unidade. Segundo os dados preliminares da Secretaria Estadual de Saúde, na região que abriga onze municípios,o índice cai para 8,88 para cada mil nascidos.

Em Cianorte, especificamente, o quadro é ainda mais animador. De acordo com dados da Secretaria Municipal de Saúde, durante o mesmo período, a taxa foi de 6,25. “Esses números são reflexos das políticas sérias de acompanhamento às gestantes, puérperas e às crianças que possuímos”, aponta a secretária municipal da pasta, Michelly Poliana Viguiato Pricinotto.Ela também atribui o resultado ao projeto ‘Nascer em Cianorte’, que oferece kits de primeiros cuidados e orientações especiais às mães ainda no hospital; ao atendimento na Unidade de Coleta de Leite, que incentiva o aleitamento materno e presta consultoria referentes aos cuidados; ao incentivo à imunização, ao acompanhamento médico frequente, entre outras ações.

“O baixo índice de mortalidade infantil só é possível devido à eficácia de uma soma de serviços públicos, tais como o saneamento básico, oferta em serviços de saúde, hospitais de qualidade, entre outras situações. Isso nos mostra que estamos no caminho certo, rumo a diminuir cada vez mais esse número”, enfatiza o prefeito Bongiorno.

Texto e foto: Ascom PMC

Compartilhe: