Cianorte é 7ª colocada em ranking que mede qualidade dos gastos dos municípios paranaenses

 

 

prefeitura-cneA gestão do prefeito de Cianorte, Bongiorno, ficou na sétima posição em ranking organizado pelo Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) que mede a qualidade dos gastos dos municípios paranaenses. Criado para avaliar o desempenho das administrações, o Índice de Efetividade de Gestão Municipal (IEGM) leva em consideração sete indicadores: educação, saúde, planejamento, gestão fiscal, meio ambiente, tecnologia da informação e planejamento contra desastres naturais.

Entre as principais cidades do Estado, Cianorte está à frente de Ponta Grossa (8º), Maringá (19º) e Toledo (21º). Municípios como Umuarama, Paranavaí, Londrina, Foz do Iguaçu, Cascavel e Guarapuava sequer aparecem no ranking, que apresenta os 30 melhor avaliados.

São aferidos de forma mais detalhada a Atenção Básica à Saúde, a infraestrutura escolar (educação infantil, pré-escola e ensino fundamental), o planejamento municipal (consistência entre o planejado e o efetivamente executado), a questão fiscal (execução financeira e orçamentária e manutenção dos limites da Lei de Responsabilidade Fiscal, a questão ambiental (ações que impactam a qualidade dos serviços e a vida da população), a tecnologia de informação (uso dos recursos em favor da sociedade) e o planejamento do município em função de possíveis acidentes e desastres naturais.

“Estamos colhendo resultados de um trabalho feito com muita seriedade e comprometimento com o dinheiro público. Fazer gestão é isso: preocupar-se com a saúde financeira do município, sem deixar de fazer investimentos nas áreas prioritárias”, disse Bongiorno ao ter acesso ao ranking.

METODOLOGIA

O índice foi apurado a partir de questionários elaborados pelo TCE-PR e enviados aos municípios. As informações prestadas pelas administrações foram avaliadas, por amostragem, por equipe técnica do Tribunal. Os dados validados são consolidados e enviados ao IRB, que é o órgão de estudos dos Tribunais de Contas brasileiros, a quem cabe calcular o índice de cada uma das sete dimensões e definir o resultado final. O painel nacional do IEGM é atualizado anualmente e publicado no site do IRB.

O IEGM foi desenvolvido pelo Tribunal de Contas do Estado de São Paulo e tem como base a Rede Nacional de Indicadores Públicos, ao qual o TCE-PR aderiu em abril deste ano. Dos 399 municípios paranaenses, 282 tiveram o índice calculado e fazem parte do primeiro ranking. Os dados são de 2016.

Texto e Fotos: ASCOM PMC
ranking

Compartilhe: