CEMIC recebe mais de R$ 23 mil do Nota Paraná

cmic

Desde março as entidades paranaenses sem fins lucrativos, que atuam nas áreas de assistência social, cultural, esportiva, saúde, defesa e proteção animal, devidamente cadastradas e ativas, podem ser beneficiadas pelo Programa Nota Paraná, receber créditos do ICMS e participar dos sorteios mensais.

Na região de Cianorte, 18 entidades da área social já estão devidamente cadastradas e recebendo as restituições e prêmios do sorteio. Desde junho, quando os valores referentes a restituição das notas cadastradas no programa no mês de março começaram a ser repassados para as entidades, até agosto as instituições da região já tinham recebido R$ 27.211,74 em recursos provenientes das restituições e dos sorteios.

O maior valor em restituição foi para o Serviço de Obras Sociais de Cianorte – Cemic São José, que em agosto recebeu R$ 23.030,60 somente em restituição. A entidade também recebeu no último mês R$ 80,00 em prêmios nos sorteios do programa. Deste modo, a instituição cianortense ocupa o 3º lugar entre as entidades que mais receberam recursos do programa Nota Paraná no estado.

A diretora do Cemic São José, Maria Luiza de Siqueira Ferreira, afirma que foi uma grata surpresa o valor recebido pelo programa. “No começo ficamos meio em dúvida se o programa daria alguma coisa, mas mesmo assim começamos a pedir aos pais e a comunidade para doarem as notas sem CPF para nós cadastrarmos no programa, nos primeiros mesmo o retorno foi pouco, mas em agosto tivemos uma verdadeira surpresa com o valor, principalmente que foram mais de R$ 23 mil só em restituição.”, destaca.

Para a Chefe do Escritório Regional da Secretaria de Estado da Família e Desenvolvimento Social (SEDS) de Cianorte, Lucélia Guimarães Gelfei, o resultado obtido pelo CEMIC no Nota Paraná serve de exemplo para as demais entidades da região. “É um orgulho vermos que as entidades de nossa região podem obter recursos expressivos através do Nota Paraná com a contribuição da comunidade. Como o cadastro das entidades é feito pela nossa Secretaria, esperamos que outras também possam obter resultados como este da CEMIC.”, ressalta.

Nesta semana Lucélia esteve visitando a CEMIC juntamente com o Técnico de Coordenação de Ações do Escritório Regional da SEDS de Cianorte, para parabenizar a entidade pelo resultado na Nota Paraná e conhecer a estrutura da entidade.

CONJUNTO – A diretora da CEMIC São José destaca que este resultado no Nota Paraná foi alcançado graças a um trabalho conjunto de todos, já que os funcionários se revezam para cadastrar as notas do sistema do programa. “Como não podemos colocar um funcionário para só realizar o cadastro das notas, trabalhamos juntos, assim cada um cadastra um pouco.”, comenta Maria.

Segundo a diretora, também foi preciso apreender a identificar as notas para cadastrar no programa. “Foi todo um aprendizado, pois tivemos que aprender a olhar as datas e os tipos de nota de forma que facilitasse nosso trabalho para cadastra-las.”, afirma Maria.

Para a funcionária da CEMIC, Patrícia Rosa, a contribuição de todos foi muito importante. “Esse recurso foi uma benção para nós, mas só conseguimos ele graças a contribuição dos professores, pais de alunos e da comunidade que doaram as notas sem CPF para nós.”, ressalta.

Segundo a direção do CEMIC, os mais de R$23 mil em restituição é resultado do cadastro de mais de R$ 500 mil em notas no programa. “Fizemos uma reunião com os pais e explicamos como funciona o programa e como pode ser feita a doação, além disso, temos urnas espalhadas no comércio da cidade, onde a comunidade pode depositar as notas.”, destaca a diretora.

As notas podem ser doadas diretamente na sede da entidade ou coloca na urnas distribuídas em vários comércios de Cianorte, facilitando para que a comunidade possa doar o documento fiscal logo após a compra. Segundo a direção do CEMIC, as urnas são recolhidas às segundas-feiras para que as notas possam ser cadastradas no sistema do Nota Paraná.

O recurso proveniente do programa será utilizado na manutenção da instituição. “Vamos usar essa verba para concertar a geladeira e o forno industrial que estão quebrados, além disso queremos reativar nossa horta.”, ressalta a diretora.

Atualmente a CEMIC atende 410 crianças, dos seis meses aos nove anos de idade, em 2 projetos: um em educação infantil e outro em contra-turno escolar. As atividades da entidade são mantidas através de convênio com a prefeitura de Cianorte, doações da comunidade e promoções.

Texto e foto: Juliano Secolo/Folha de Cianorte

Compartilhe: