Catorze empresas disputam obra do viaduto do Catuaí, em Maringá


O Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER-PR) abriu nesta sexta-feira (19) as propostas de preços das catorze empresas interessadas na construção do viaduto nas proximidades do Shopping Catuaí, em Maringá. Com teto de R$ 34 milhões, os descontos oferecidos chegam a até 30%.

A licitação prevê a implantação de dois elevados de 35 metros e alças de acesso, totalizando 9,2 quilômetros de extensão, no trevo da BR-376 (Km 172+690 metros) com a PR-317 (Km 98+980 metros), que será rebaixada.

Segundo a governadora Cida Borghetti, a intervenção garantirá a segurança dos motoristas e moradores e aumentará a fluidez do trânsito. “Esta obra era esperada há anos e foi um compromisso que firmei com a população da cidade e da região ao assumir o governo. Vai resolver o gargalo viário e acabar com os frequentes congestionamentos”, afirmou.

ATRATIVIDADE

Na avaliação do secretário estadual de Infraestrutura e Logística, Abelardo Lupion, o grande número de participantes reflete a situação financeira favorável do Paraná. “Somos reconhecidos nacionalmente por pagar os fornecedores em dia, ao contrário de outros estados que enfrentam dificuldades de caixa. Por isso, nossas licitações atraem o interesse até de empresas de outros estados”, disse.

Entre as catorze concorrentes à obra do viaduto do Catuaí, há cinco firmas paranaenses e nove de outros estados: São Paulo (5), Ceará (1), Rio Grande do Sul (1), Santa Catarina (1) e Minas Gerais (1).

PRAZOS

Na sequência, o DER-PR vai publicar a classificação de preços no Diário Oficial do Estado e no portal Compras Paraná (www.comprasparana.pr.gov.br).

A partir desta divulgação, há um prazo legal de cinco dias úteis para os concorrentes contestarem o resultado e os participantes têm mais cinco dias úteis para protocolarem as contrarrazões.

Esgotada esta etapa recursal, será marcada a data de abertura dos documentos de habilitação. O critério para definição do vencedor é o menor preço, desde que atenda todos os requisitos estipulados no edital. Após a homologação do resultado final da concorrência, os trabalhos têm duração prevista de 12 meses a partir da ordem de serviço.

Fonte: Agência Estadual de Notícias do Paraná

Compartilhe: