Brasil sobe 16 posições em ranking de melhores países para os negócios


O Brasil se tornou um lugar melhor para fazer negócios, segundo diagnóstico feito pelo Banco Mundial. As reformas feitas no último ano fizeram o País saltar 16 posições no ranking do relatório Doing Business, edição 2019. O documento ainda mostra que 128 economias promoveram 314 reformas, um recorde.

Com a evolução, o Brasil passou da posição 125 para 109 e foi considerado ainda como o que mais fez reformas na América Latina. Para o Banco Mundial, quatro reformas foram determinantes: certificados digitais para importação, melhora do acesso ao crédito, sistema online para abertura de empresas e sistema eletrônico para gestão de fornecimento de energia.

“Os governos têm a enorme tarefa de promover um ambiente onde os empresários e as pequenas e médias empresas possam prosperar”, afirmou o presidente do Banco Mundial, Jim Yong Kim. Segundo ele, sem regulamentações comerciais sólidas e eficientes, não temos chance de acabar com a pobreza extrema e impulsionar a prosperidade.

No Twitter, o presidente da República, Michel Temer, afirmou que a evolução do Brasil no ranking é efeito das reformas feitas. Ele ainda explicou que o País precisa de mais reformas e que esse resultado deixa claro o compromisso do governo em melhorar o ambiente de negócios para pequenas e médias empresas.

O QUE É O DOING BUSINESS

O Doing Business é um ranking que avalia a facilidade de fazer negócios entre 190 países. Esse documento é elaborado pelo Banco Mundial e, segundo a instituição, o Brasil superou todos os países da América Latina em número de reformas.

Fonte: Governo do Brasil, com informações do Planalto e do Banco Mundial

Compartilhe: