Bolsa Família melhora a qualidade de vida dos beneficiários


Mais de 8,8 milhões de famílias beneficiárias do Bolsa Família estão sendo acompanhadas dentro das exigências de saúde que o programa estabelece. De acordo com o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), cerca de 5,6 milhões de crianças estão com a vacinação em dia e 364 mil gestantes realizaram o pré-natal dentro do programa. 

Para contar com a renda, os pais devem levar as crianças menores de 7 anos para tomar vacinas, pesar, medir, avaliar o crescimento e o desenvolvimento. A frequência escolar de crianças de 6 a 17 anos também é uma obrigação assumida pelas famílias.

BENEFÍCIO ADICIONAL

Com o objetivo de melhorar a qualidade de vida de quem é beneficiário do Bolsa Família, as condicionalidades acabam servindo como benefício adicional. “De um lado, criando uma obrigação para a família, mas, de outro, agregando um enorme valor à transferência de renda, que é o melhor cuidado com a saúde dos beneficiários”, apontou o ministro do Desenvolvimento Social, Alberto Beltrame.

Por meio de visitas domiciliares às famílias participantes do Programa Bolsa Família, a cada seis meses, as equipes do Criança Feliz realizam o acompanhamento e repassam orientações importantes para fortalecer os vínculos familiares e comunitários e estimular o desenvolvimento infantil. Os visitadores são capacitados nas áreas da saúde, educação, serviço social, direitos humanos e cultura.

Fonte: Governo do Brasil, com informações do MDS

Compartilhe: