Aproveite as férias para fazer uma avaliação


Estamos no início de um novo ano e nessa época de férias e viagens é também importante cuidar da sua saúde oral. Um dos problemas mais comuns é a gengivite, e é muito comum as pessoas acharem que o sangramento da gengiva enquanto escovam os dentes é normal. Na verdade essas pessoas já têm uma doença chamada gengivite e não sabem, e, por não saberem identificar seus sintomas, não tratam.

A cor habitual da gengiva é rosa pálida, mas a gengivite a torna avermelhada, inchada, excessivamente lisa e brilhante, além de provocar sangramentos, sejam espontâneos, durante a alimentação ou na escovação e uso de fio dental.

A gengivite é causada pela placa bacteriana formada por bactérias e restos alimentares não removidos pela higienização bucal, que se acumula na superfície do dente próxima à gengiva. Esse biofilme bacteriano, também chamado de tártaro, é uma película incolor, por isso dificilmente identificada, que infecciona a gengiva e a região ao redor dos dentes,

O mecanismo de ação funciona da seguinte forma: As bactérias liberam substâncias que vão ser agentes agressores, e quando o organismo percebe a agressão, ele se defende, causando uma inflamação, caracterizada por dor, rubor, tumor e calor.

Quando a gengivite não é tratada, essa inflamação de fácil tratamento se detectada no seu estágio inicial, pode evoluir para a periodontite, ou seja, um estágio mais avançado, e acarretar uma precoce perda dentária, um incômodo que certamente ninguém quer experimentar tão cedo.

Alguns estágios da gengivite podem ser observados, entre eles a inflamação pela deficiência da escovação, e, também as de ordem hormonal. É comum observar a inflamação em adolescentes, que atravessam um período de intensa produção hormonal, a puberdade, e em mulheres no período menstrual, e também nas grávidas, que geralmente apresentam hiperplasia gengival, com o aumento, inchaço, e sangramento gengival.

Para prevenir a gengivite e combatê-la em seu estágio inicial, recomendamos uma boa higiene oral, com perfeita escovação e uso regular do fio dental, e ainda que ocorra sangramento gengival é preciso escovar os dentes para remover o agente causador da doença e recuperar a saúde bucal. Se sua gengiva sangra, agende uma avaliação.

Colaboração: Dr. Wagner Destéfano

Cirurgião Dentista – CRO 10637

Compartilhe: