Após abordagem no Conjunto Asa Branca, Polícia Militar apreende droga e munição

Na última segunda-feira (06), a equipe da RPA intensificou o patrulhamento na região do Conjunto Asa Branca com o intuito de localizar o possível autor de um roubo ocorrido naquela região no último dia 03 de abril 2020.

Durante o deslocamento, por volta das 15 horas, foi avistado um indivíduo com características semelhantes ao do suspeito andando pela Rua Garça, próximo ao cruzamento com a Avenida Coruja, o qual demonstrou muito nervosismo e inquietação ao perceber a viatura policial.

Diante da atitude suspeita do rapaz, foi procedida a abordagem e identificado o mesmo como sendo como um cidadão, 20 anos. No momento nada de ilícito foi encontrado com ele, mas ao ser indagado se possuía alguma irregularidade na sua casa (produtos de furto/roubo, drogas), o cidadão disse que não e que acompanharia a equipe até o local para a devida verificação.

Deste modo, foi deslocado até a residência situada na Rua Coleirinha, a qual esta equipe já recebeu informações, durante abordagens, de que o morador estaria comercializando drogas.

Ao entrar no quarto do abordado, já foi possível sentir um forte odor de crack. Após realizadas as devidas buscas, na última gaveta do guarda-roupas do homem, foram encontrados os seguintes ilícitos: duas sacolas de plástico contendo aproximadamente 540g (quinhentos e quarenta gramas) de crack, fracionadas em duas porções grandes, seis menores, além de farelos; uma sacola contendo aproximadamente 151g (cento e cinquenta e um gramas) de cocaína, divididas em uma porção maior, duas menores e farelos; R$ 490,00 (quatrocentos e noventa reais) divididos em notas de R$ 100,00, R$ 50,00 e R$ 20,00, valor este oriundo da venda de drogas, segundo o próprio indivíduo; uma balança de precisão, cinza, da marca LTOMEX; um rolo de fita isolante usada; duas colheres e uma faca, utilizadas para o fracionamento das drogas; uma folha de papel com anotações sobre o tráfico de entorpecentes; dez munições, calibre .380, da marca CBC; e 09 (nove) munições, calibre .38.

Indagado, o indivíduo assumiu a responsabilidade de todo o ilícito encontrado, não quis citar quem seria o seu fornecedor e disse que vendia as drogas “na grama”.

Diante de todo o exposto, foi dada a voz de prisão ao homem, e juntamente com as drogas e os materiais apreendidos, foram encaminhados para a 21ª Subdivisão de Polícia para as providências cabíveis.

Fonte: Comunicação Social da 5ª Companhia Independente de Polícia Militar

Compartilhe: