APAEs vão apresentar aos deputados ações que promovem a inclusão social

Um momento especial marca a agenda da Assembleia Legislativa do Paraná (ALEP) da semana em que se comemora o Dia do Trabalho. Na terça-feira (30), cerca de 300 representantes das APAEs (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) de todo o Paraná, entre diretoria executiva, presidentes, professores, funcionários e conselheiros, vão participar da sessão plenária. Na ocasião, as atividades desenvolvidas pelas APAEs, bem como suas principais considerações acerca dos serviços e do apoio que oferecem às famílias das pessoas com deficiência, serão apresentadas aos deputados paranaenses.

“Promovemos este momento para que o Movimento Apaeano possa apresentar seus trabalhos e trazer suas demandas. Desta forma, queremos sensibilizar e oferecer aos deputados a oportunidade de fazerem eventuais encaminhamentos em prol da causa que as Apaes defendem”, comenta o deputado Evandro Araújo (PSC), propositor da sessão especial. Presente em todo o território nacional a APAE Brasil é composta por Federações Estaduais e Conselhos Regionais. No Paraná são 329 APAES que oferecem atendimento direcionadas à melhoria da qualidade de vida de 164 mil pessoas (incluindo pessoas com deficiência e seus familiares). “Participar da sessão ordinária com os deputados será momento para estreitar relacionamentos e unir esforços para garantir o atendimento às pessoas com deficiência em todos os municípios paranaenses, quer seja por meio de novas leis ou outros esforços que demandem da máquina pública em âmbito estadual,” afirma o presidente da Federação das APAEs do Estado do Paraná, Fernando Meneguetti. Essa sessão especial começará às 9h30.

RECICLAGEM

Antes, na segunda-feira (29), às 13 horas, por proposição da deputada Luciana Rafagnin (PT), acontece na Sala das Comissões, localizada no 3º andar do prédio administrativo, uma reunião com representantes do Instituto Lixo e Cidadania para debater, entre outras temas, a proposta da Prefeitura de Curitiba de destinar resíduos sólidos para incineração em cimenteiras com o objetivo de produzir CDR (Combustível Derivado de Resíduos). “Além de realizarem um trabalho importantíssimo em prol do meio ambiente, os catadores de material recicláveis, e suas famílias, dependem muito da renda que conseguem com essa atividade. Em 2012 eu apresentei um projeto proibindo a incineração de lixo reciclável, mas a acabou sendo arquivado. Agora quero reapresentar essa proposta, só que dessa vez com apoio de outros parlamentares. Precisamos defender esse trabalho”, afirmou a deputada.

BALANÇO SOCIAL

No início da sessão plenária de segunda-feira (29), que começa às 14h30, os deputados assistirão a uma apresentação referente ao balanço social do ano de 2018, sobre a atuação da Caixa Econômica Federal no Paraná. Os números e dados serão apresentados pelo superintendente do banco no estado, Adriano Rezende. A proposição é do primeiro secretário da Casa, deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB).

COMISSÕES

Ainda na segunda-feira, às 10 horas, o Auditório Legislativo receberá reunião da Comissão de Ecologia, Meio Ambiente e Proteção aos Animais, presidida pelo deputado Goura (PDT). Já no período da tarde, logo após o término da sessão ordinária, a Comissão de Direitos Humanos e da Cidadania se reunirá na Sala Arnaldo Busato. Terça-feira (30), a Comissão de Cultura, presidida pelo deputado Delegado Recalcatti (PSD) reúne-se às 9 horas na Sala Arnaldo Busato.

ESCOLA DO LEGISLATIVO

O Plenário da Casa receberá na terça-feira (30), às 14h30, o terceiro e último módulo do curso sobre o Regimento Interno da Casa de Leis, promovido pela Escola do Legislativo da Assemblei Legislativa do Paraná. Neste módulo, serão abordados temas como matérias especiais, Proposta de Emenda Constitucional, orçamento, ética e decoro parlamentar, processo disciplinar e disposições gerais (ver matéria no site).

*As sessões plenárias e as audiências públicas são transmitidas ao vivo pelo Facebook e pela TV Assembleia.

Fonte: Eduardo Santana – Assessoria de Imprensa da Assembleia Legislativa do Paraná – Orlando Kissner/ALEP

Compartilhe: