ALEP elege nova Mesa Executiva para o biênio 2017-2018

 

mesa-diretora-alep-eleita-2016Em uma sessão especial os deputados estaduais elegeram nesta segunda-feira (17) a Mesa Executiva que comandará os trabalhos da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) no período de fevereiro de 2017 a janeiro de 2019. A chapa “Parlamento Forte” foi eleita com 48 votos favoráveis e nenhum contrário. Houve duas abstenções. Os deputados Paranhos (PSC) e Requião Filho (PMDB) estavam ausentes e não votaram, assim como o deputado Ney Leprevost (PSD), que está licenciado em razão das eleições municipais. Já o presidente Ademar Traiano (PSDB) não votou por estar presidindo a sessão.

O presidente reeleito, deputado Ademar Traiano (PSDB), destacou a transparência dos atos do Legislativo como ponto forte da atual gestão, além da valorização dos servidores e a aberturada da Assembleia para uma maior participação da população. “Faço aqui um balanço altamente positivo desses dois anos de gestão. Procuramos ao longo do período mudar totalmente aquilo que a opinião pública tinha em relação à Assembleia. Procuramos dar uma nova identidade abrindo a Casa para a sociedade. Tivemos aqui uma frequência extraordinária de alunos conhecendo a vida do Parlamento. Mudamos a forma de condução das ações administrativas, permitimos aos senhores deputados grandes avanços e estabelecemos uma relação com os servidores da Casa que hoje, imagino eu, é motivo orgulho de todos esses servidores”, relatou Traiano.

Segundo ele, nos próximos dois anos esses pilares que nortearam o primeiro mandato à frente da Presidência serão ainda mais fortalecidos. “Queremos continuar avançando ainda mais, modernizando a Casa, buscando fazer economia com essa modernização, avançar nesse processo de trazer jovens para dentro da Casa, escancarando as portas da Assembleia em parceria com as escolas públicas estaduais. A opinião pública do nosso estado tem que ter referência em relação ao Poder Legislativo, e é isso que desejamos”, disse. “Tenho convicção que só iremos mudar os conceitos da vida política do estado a partir de uma motivação para os nossos jovens. Que eles possam interagir, conhecer e acima de tudo se apaixonar pela vida política”, concluiu.

Os avanços produzidos ao longo da atual gestão da Alep também foram reconhecidos durante a sessão pelos deputados Elio Rusch (DEM) e Pastor Edson Praczyk (PRB), que usaram da tribuna para enumerar os feitos que eles consideram os mais notáveis, especialmente aqueles relacionados à transparência dos atos do Poder Legislativo; às formas de comunicação com a sociedade que, segundo eles, ganharam em eficiência e modernidade na atual gestão; e à abertura da Casa à participação da sociedade, em especial dos estudantes.

A transparência também é citada pelo 1º secretário reeleito, deputado Plauto Miró Guimarães (DEM), que é quem administra o orçamento da Casa. Ele acredita que ainda é possível evoluir nesse quesito através de uma administração sempre austera dos recursos. “Quero manter o trabalho de tornar as ações dentro da Assembleia Legislativa cada vez mais transparentes. Utilizando e aprimorando o Portal da Transparência e sempre fazendo bom uso do orçamento destinado à Casa”, disse.

 

VICE-PRESIDÊNCIA

Uma das novidades na nova Mesa Executiva é o deputado Guto Silva (PSD), que assumirá a 1ª Vice-Presidência. Ele compõe a Mesa em sintonia com os trabalhos que foram executados até o momento, em especial na aproximação do Poder Legislativo com a sociedade, acreditando que a participação da sociedade no dia a dia da Casa é essencial. “Espero que possamos contribuir para o processo democrático nessa relação com a sociedade, que acho que é o mais importante. Precisamos de um Parlamento forte, um Parlamento mais sintonizado com a sociedade, e esperamos poder organizar e auxiliar nesse processo, trazendo novas ações para a Casa”, relatou.

 

MUDANÇA

O deputado Jonas Guimarães (PSB), que atualmente é o primeiro vice-presidente da Assembleia deixará o posto a partir de fevereiro de 2017, quando assumirá a 2ª Secretaria da Casa. Ele disse que a expectativa é positiva para a nova função e que irá trabalhar em consonância com as atividades que estão sendo realizadas pela Mesa Executiva. “Temos que torcer para que essa nova Mesa faça um bom mandato, como foi feito até agora, e daremos continuidade nos trabalhos da Casa”, afirmou. “Hoje o que a população clama é por mais transparência. Acho que estamos no caminho certo. O presidente tem levado da melhor forma ao conhecimento da população o que acontece na Assembleia e nos sentimos honrados em fazer parte da Mesa, pois é uma grande responsabilidade”.

A Mesa Executiva eleita nesta segunda-feira tomará posse no dia 2 de fevereiro de 2017 e comandará os trabalhos no Legislativo até o dia 31 de janeiro de 2019.

Texto: Assessoria ALEP / Foto Pedro de Oliveira/Alep

Compartilhe: