Agentes Comunitários de Saúde recebem capacitação sobre a dengue

Cidade contabiliza 73 casos da doença somente neste mês. Objetivo é reforçar os cuidados

Dando início a um projeto da Secretaria Municipal de Saúde, que visa estreitar os laços com os servidores e promover o acesso a informações para a melhoria das condições de trabalho e da qualidade de vida, a Divisão de Prevenção em Saúde realizou, na tarde da última quinta-feira (30), no auditório do Paço Municipal, uma capacitação voltada aos Agentes Comunitários de Saúde (ACSs).

“Diante do grave problema de saúde pública que é a dengue e dos 73 casos confirmados em nosso município somente no mês de janeiro, escolhemos este tema para ser tratado com os ACSs, visto que percorrem diversas localidades, algumas com muitas ocorrências, e estas informações são essenciais tanto para que se protejam quanto para que atuem como transformadores sociais junto a população, trabalhando a consciência de cada cidadão quanto aos fatores da doença”, contou a chefe da Divisão de Prevenção em Saúde, Heloisa Dantas.

“Destacamos o poder do ACS enquanto profissional na ponta do nosso Sistema Único de Saúde, o SUS, pois é aquele que tem acesso direto aos domicílios e um vínculo de confiança com os moradores. Por isso, esperamos que, com estas informações, consiga a adesão de todos aqueles que os cerca em seu território de atuação”, completou a supervisora do Programa de Combate a Dengue, Vera Fusisawa, que apresentou o panorama da doença na cidade, as formas de combate ao mosquito Aedes aegypti e as providências quando encontrados focos, como as notificações, multas e encaminhamento do processo ao Ministério Público.

De acordo com o Setor de Vigilância Ambiental e Combate às Endemias, dos 73 casos confirmados, 20 estão no distrito de Vidigal. As outras localidades são a Zona 08, com 10 ocorrências, seguida pela Zona 06 (com nove), zona rural (oito), Jardim Universidade (sete), Zona 01 (seis), Zona 02 (cinco), Zona 04 (quatro), Zona 03 (dois) e Zona 07 (dois). A capacitação também contou com as explanações da enfermeira e chefe do Setor de Vigilância Epidemiológica, Izabela Correia Batista, sobre o ciclo de transmissão da doença, os sintomas e como encaminhar um caso suspeito.

Para a secretária municipal de Saúde, Michelly Viaguiato Pricinotto, a ocasião foi bastante proveitosa e cumpriu com seus objetivos. “Foi uma oportunidade de aprimorar o conhecimento, tirar dúvidas e alinhar o trabalho. Agradecemos e prestamos reconhecimento a cada um dos 40 agentes comunitários que compareceram, assim como as responsáveis por ministrar a capacitação. O plano é que, a cada mês, uma das divisões realize um encontro como este, a respeito de um tema pertinente à sua atividade, expandindo informações a diferentes públicos”, concluiu.

Fonte: Assessoria de Comunicação Social da Prefeitura Municipal de Cianorte

Compartilhe: