ACIC lança concurso de decoração de Natal

arte-concurso-de-vitrines-e-fachadas-1

Começaram na última segunda-feira (21) as inscrições para as empresas de Cianorte sobre Concurso de Decoração “Natal Sonho Dourado da ACIC“. Serão duas modalidades – vitrine e fachada – e haverá premiação em dinheiro.

O concurso é promovido pelo Conselho da Mulher Empresária da ACIC e a Associação Comercial e Empresarial de Cianorte (ACIC). Entre os objetivos estão incentivar as empresas associadas da entidade a realizarem decoração natalina para estimular as vendas no comércio de Cianorte. E também promover o embelezamento e da cidade, de modo a estimular nos moradores e visitantes com o espírito festivo alusivo ao Natal.

As empresas que desejarem participar do concurso deverão preencher devidamente a Ficha de Inscrição e encaminhá-la à ACIC, no endereço avenida Santa Catarina, 683, zona 1, entre segunda e sexta-feira, entre 8h e 18h.

As inscrições são gratuitas e serão aceitas até o dia 8 de dezembro. Cada participante poderá se inscrever em somente uma das modalidades: vitrine ou fachada.

A avaliação será realizada por uma comissão julgadora formada por nove profissionais de design e decoração, que não terão qualquer ligação e participação no concurso.

Para avaliar as empresas participantes, a comissão se deslocará até o endereço da loja/empresa para realizar o julgamento, através da atribuição de notas entre 1 e 10 para os critérios: criatividade, originalidade e adequação da fachada ou vitrine ao tema “Natal Sonho Dourado da ACIC”.

POPULAR – O concurso também considerará o voto popular, consultado por meio de enquete no site da ACIC, valendo um ponto. A nota final da avaliação da vitrine ou fachada, será o resultado da média das notas obtidas nos três critérios.

A Comissão Julgadora visitará os locais inscritos no período entre 15 e 22 de dezembro. O primeiro lugar de cada categoria será premiado com R$ 5 mil. A divulgação e entrega dos prêmios será realizada no dia 27 de dezembro de 2016, às 17h no Anfiteatro da ACIC.

Texto: Juliano Secolo com informações da ACIC

Compartilhe: